Próteses – Clínico Geral

protese-1

Para os dentes funcionarem bem precisam estar em equilíbrio nos arcos dentários superior e inferior, sempre submetidos a um sistema de forças dos músculos da mastigação, lábios, bochechas e língua.

A perda de um só dente desequilibra esse sistema e os dentes movimentam-se. Com isso, a mastigação e a estética ficam prejudicadas. Por isso, os dentes perdidos precisam ser substituídos rapidamente para o sistema mastigatório manter-se em equilíbrio. Uma excelente opção de conseguir isso é através da prótese dental.

PRÓTESES REMOVÍVEIS

Prótese Parcial Removível (PPR)

As PPRs são indicadas, de modo geral, para casos de perda de grande número de dentes, principalmente em casos onde não há possibilidade de colocação de implantes. Esta prótese se adapta na boca através de grampos, metálicos ou flex, que são apoiados em dentes naturais.

images

PPR FLEXÍVEL SEM METAL

ppr arrumar

PPR METÁLICA COM GRAMPOS me

Prótese Total Removível
São dispositivos utilizados quando há perda de todos os dentes. Seu sistema de retenção é somente adesão sobre a gengiva e rebordo ósseo. U ma boa prótese total deve ser substituída a cada seis anos mesmo que o paciente se sinta bem com ela.

dentadura3

Com o uso constante e sem que o paciente perceba, ocorre um desgaste dos dentes da prótese. Isto pode a longo prazo causar problemas nas articulações da mandíbula (ATM) pela diminuição da altura da mordida. Além disso, modificações no tecido ósseo e na gengiva fazem com que, com o passar do tempo, a prótese tenha uma adaptação cada vez menor.
Prótese Total Removível com Retenção
É uma prótese total nova fixada por dois encaixes de bola sebre implantes, na mandíbula. Este procedimento relativamente simples e o seu custo reduzido satisfazem as exigências de muitos pacientes.

oring
SISTEMA O’RING

Na mesma versão de tratamento pode-se optar por uma retenção mais forte com o sistema de “barra clip”, onde além dos encaixes bolas a prótese é retida também por clips de nylon. Esse tipo de rótese oferece maior retenção, estabilidade, estética além de muita segurança ao falar e comer.

PRÓTESES FIXAS

São próteses que substituem um ou mais dentes perdidos apoiando-se sobre as raízes dos dentes vizinhos. São conhecidas, também, pelos nomes de ponte fixa, coroas, jaquetas e pivot. Recebe o nome de “fixa” porque não pode ser removida pelo paciente ou pelo dentista a menos que se corte com uso de brocas especiais.

Prótese Fixa Metálo-Cerâmica
São próteses fixas que unem as propriedades da porcelana e do metal. A porcelana consegue reproduzir com perfeição o elemento dental perdido enquanto a estrutura metálica confere uma grande resistência à prótese.
As próteses metálo-cerâmicas são as mais difundidas das próteses fixas e podem ser feitas para reabilitar de 1 a 14 dentes em uma mesma arcada.
Prótese Fixa “Metal Free”
As próteses fixas têm por finalidade restaurar a anatomia, função e estética dos dentes perdidos ou danificados, e sua característica principal é de serem cimentadas à boca, só podendo ser removidas pelo dentista. Dependendo do material utilizado, o resultado estético é excelente. Mas em casos onde existe uma grande perda óssea por doença periodontal, obter uma estética ideal fica mais difícil.
São próteses fixas unitárias ou de até três elementos, semelhantes às metálo-cerâmicas. A diferença principal é a de possuir estrutura não-metálica. São indicadas quando o grau de exigência estética é grande.

Prótese Total Fixa sobre Implantes

implante multiplo

Share: